Visite: Muscles Revista Digital

CETOSE
 

A cetose é o resultado da deficiência de glicogênio. Seu corpo requer quantidades adequadas de carboidratos para metabolizar corretamente a gordura corporal. Como diz o ditado, "a gordura é queimada na fornalha dos carboidratos". Quando não há carboidratos suficientes no organismo para que esse processo ocorra (geralmente como resultado de uma dieta hipocalórica muito estrita), o corpo tem que tomar medidas de emergência. O sintoma primário de cetose é cetonemia, o aparecimento de corpos cetônicos no sangue. Os corpos cetônicos são o produto da queima incompleta das gorduras. Essas cetonas podem ser usadas em lugar do glicogênio para produção de energia, e também podem ser usadas como energia para alimentar o cérebro e o funcionamento do sistema nervoso (que de outro modo depende totalmente do glicogênio).

O problema é que os corpos cetônicos não são tão eficientes para alimentar o exercício quanto o glicogênio. Em um estado prolongado de cetose, você tende a ficar preguiçoso e seu processo mental lento, e seu corpo torna-se gradualmente desidratado. Pior ainda: na ausência de carboidratos, seu corpo começa a metabolizar quantidades cada vez maiores de aminoácidos (proteína) para obter mais energia. Isto é, obviamente, contraproducente para qualquer um que está tentando aumentar e manter uma sólida base de massa muscular.

Há também outras desvantagens na dieta cetônica, que iremos examinar em mais detalhes no próximo capítulo. Por enquanto, aceite a minha palavra: qualquer tipo de privação é prejudicial à sua saúde, intensidade de treinamento e capacidade de produzir massa muscular máxima.

Livro Enciclopédia de FISICULTURISMO E MUSCULAÇÃO

TESTE DE CETOSE

Mesmo a cetose sendo um estado indesejável, pode ser usada em seu favor quando você estiver tentando estabelecer uma dieta para competição envolvendo quantidades mínimas de vários alimentos. Como mencionei anteriormente, você pode fazer o teste de cetose usando Ketostix, que está disponível na maioria das farmácias. Quando há corpos cetônicos no seu organismo, as tiras de teste se tornarão roxas quando em contato com a sua urina.

Para guiá-lo na determinação da quantidade mínima de carboidratos que você deve ter na sua dieta, reduza gradualmente os carboidratos e teste para cetose. Quando você vir um sinal positivo de cetose, aumente imediatamente a quantidade de carboidratos até que os corpos cetônicos desapareçam. Nesse ponto você estará perto de cetose, mas não com cetose. Você estará ingerindo carboidratos suficientes para evitar um estado de privação de carboidratos.

Repita os testes ocasionalmente para verificar se você não está desenvolvendo cetose. Lembre-se de que quanto mais forte você treina, mais carboidratos você precisa para não entrar em cetose. E não há outro meio de entrar em forma, não importa quanto a sua dieta é rígida, sem treinar muito forte.

Livro Enciclopédia de FISICULTURISMO E MUSCULAÇÃO